Conhecer DIREITO para exercer CIDADANIA
Coluna assinada por Louise Vaz e Letícia Azevedo.
Email: azevedoevaz@hotmail.com
Coluna | Direito e Cidadania
Postado em 27 de Setembro de 2016 ás 11:44 h
O novo cenário das eleições
Com a reforma eleitoral, estamos diante de uma nova de se fazer campanha. O que estamos tendo é uma campanha que está cativando a atenção do eleitor por meios muito mais ágeis e baratos: postura séria e uso da internet.
Créditos da Imagem: regiaoemcontexto.com.br
Publicidade

Além de um ambiente para discussão, as redes sociais fazem parte do dia a dia dos brasileiros, das empresas e, agora, dos candidatos à prefeitura e câmara dos vereadores. Isto porque a Lei nº 13.165/2015, conhecida como Reforma Eleitoral 2015, promoveu importantes alterações nas regras das eleições deste ano. Entre elas, mudanças nos prazos para as convenções partidárias, filiação, financiamento eleitoral por pessoas jurídicas e a redução do tempo de campanha eleitoral, fundamental para que os inúmeros candidatos e partidos possam se destacar e serem lembrados pelo eleitor.

As redes sociais são o novo palanque político. O espaço digital está sendo utilizado, inteligentemente, como uma vitrine político partidária de cada candidato.

Diferentemente das demais eleições, neste ano, quem quiser vencer essa disputa, ao que tudo indica, tem que está fazendo uma campanha focada em propostas. E não adianta apenas o horário do programa político. Muito menos acreditar que ter site e canal em redes sociais é estar fazendo marketing político digital. Precisará de muito mais. Afinal, o eleitor mudou e a comunicação também. É necessário tirar o foco das ofensas e difamações. Está sendo preciso aprender a gerar conteúdo relevante.

E o grande dia está chegando...

O primeiro turno das Eleições 2016 será no dia 2 de outubro, próximo domingo, e o segundo turno, para os  municípios com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos consiga a maioria absoluta, ou seja, 50% dos votos válidos mais um, no dia 30 de outubro.

Por esse motivo, é hora de analisar as propostas que foram apresentadas e votar consciente, afinal, os próximos quatro anos se iniciam com o seu voto!

 

 

Louise Vaz

Letícia Azevedo

Por: Conhecer DIREITO para exercer CIDADANIA
Comentários ()
Publicidade
Publicidade