Kleber Morais | Ciência e Tecnologia
Sou Kleber Morais. Amante do conhecimento, apaixonado pela ciência e fascinado pela tecnologia, busco sempre estar atualizado e informado.
Email: negro.morais@gmail.com | Twitter: @KleberMorais85
Coluna | Ciência
Postado em 03 de Maio de 2017 ás 18:11 h
Cerveja é mais eficaz contra dores do que paracetamol, afirma estudo
Pesquisadores da Universidade de Greenwich, em Londres, acabam de validar esse conselho etílico.
Foto: Reprodução/Internet
Publicidade

Para dores físicas ou emocionais, a sabedoria popular costuma recomendar uma ou duas (ou três?) cervejas, capazes de aliviar a “sofrência” em curto prazo. Bem, parece que a recomendação vai muito além da sabedoria popular, meus amigos. De acordo com um estudo publicado no The Journal of Pain, o álcool presente em duas canecas de cerveja é mais eficaz contra dor e desconforto do que paracetamol – acredite se quiser.

Os autores analisaram mais de 18 outros estudos para chegar a essa maravilhosa conclusão. De acordo com os cientistas, a quantidade de bebida ingerida aumenta a resistência à dor, ultrapassando o alívio de remédios clássicos como Tylenol e muitos outros com paracetamol.

Se você não curte a ideia de tomar remédios para qualquer dorzinha, pode pensar em deixar algumas cervejas na geladeira para alguma emergência. Vai que… Né? É claro que essa não é a recomendação oficial de médicos e cientistas, que reforçam os danos da ingestão de álcool em longo prazo. Mas uma cervejinha até que cai bem!

Redação Vírgula
Por: Kleber Morais | Ciência e Tecnologia
Comentários ()
Publicidade
Publicidade