Paraíba
Em entrevista à CNN, Governador descarta chance de lockdown e avalia que a Paraíba está longe de sair do isolamento social

Publicado em 11/05/2020 18:43 - Atualizado em 11/05/2020 18:43

Foto/Reprodução

Do Click PB - Em entrevista à CNN, no noticiário 360º, na tarde desta segunda-feira (11), o governador da Paraíba, João Azevêdo descartou a chance de lockdown - medida que radicaliza o fechamento de cidades e disse que a Paraíba está longe de sair do isolamento social, se referindo ao aumento diário de mortes causadas pela Covid-19. "A Paraíba levou 42 dias para 1000 casos, depois oito dias chegou a 2 mil casos e em 5 dias poderá chegar a 3 mil casos. Então seria uma imprudência, neste momento, flexibilizar alguma coisa."

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ao ser questionado sobre a possibilidade de retorno das atividades normais, ele criticou a baixa adesão da população ao isolamento e também mostrou que as políticas de enfrentamento à pandemia tendem a perdurar. "Só será possível flexibilizar alguma medida quando houver diminuição de casos por dias, quando nós tivermos um número de isolamento que justifique isso e quando nos tivermos um número de leitos que dê possibilidade para isso", avaliou.

"Nós estamos subindo uma ladeira, quando estivermos descendo poderemos flexibilizar. Vale ressaltar que as indústrias continuam funcionando, nós temos flexibilizado desde o início, algumas áreas do segmento como parte do comércio que continua funcionando como padarias, farmácias, supermercados, entre outros. Ainda existe um score muito baixo de isolamento social e por todos os motivos já mencionados é que estamos longe de sair desse cenário", considerou.

Para o govenador, o Brasil não tem condições de implementar um lockdown, como feito na Europa, uma vez que se precisaria de toda uma estrutura como Forças Armadas e demais poderes, no entanto, ele reforça que não existe um discurso unificado para tal feito, diferentemente do que se viu no velho mundo. "Sabemos que o lookdawn da Europa não funciona no Brasil, pois se precisaria de toda uma estrutura de forças armadas e outros segmentos para ajudar nesse processo. No entanto se precisaria de um discurso unificardo, situação em que não temos em nosso país"

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Você usa smartphone na hora de dormir? Pare urgentemente, saiba porque

10 sinais de que você precisa parar de comer glúten imediatamente!

Descubra as principais causas da menstruação escura e o que fazer

Pernambuco restringe circulação de pessoas e implanta rodízio no Recife e em mais quatro municípios

O governo de Pernambuco decretou quarentena no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata a partir do sábado (16), com 15 dias de duração. Com isso, vão ser impostas restrições na circulação de pessoas e de veículos em todas as cinco cidades. Antes, era apenas recomendado que todos ficassem em casa. Também foi determinado o uso obrigatório de máscaras (veja vídeo acima).

O governo estadual não utiliza o termo "lockdown", mas o decreto de quarentena proíbe que pessoas saiam de casa sem necessidade. Recife é a quarta capital do país a adotar proibição de circulação de pessoas - as outras três são Belém, São Luís e Fortaleza.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Serão implementadas as seguintes medidas:

  • Restrição de circulação de pessoas
  • Rodízio de veículos
  • Uso obrigatório de máscaras
  • Sanitização de ruas

As cinco cidades do Grande Recife foram escolhidas por representarem, juntas, 75% dos casos confirmados e 68% dos óbitos do estado, segundo o governo. Pernambuco registrou mais de mil mortes e de 13 mil casos de Covid-19. São Lourenço da Mata e Recife estão entre as cidades com maior mortalidade por coronavírus do país, segundo levantamento do G1 junto às secretarias estaduais de saúde.

Segundo o governo, até a sexta-feira (15), as medidas vigoram nas cinco cidades em período educativo. Após isso, as medidas de “restrição intensa” são adotadas até o dia 31 de maio.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468