Paraiba
Idosa de 100 anos se recupera da Covid-19 após 25 dias de internação, na Paraíba
Despedida foi embalada pela música ‘We Are the Champions’

Publicado em 23/07/2020 06:40 - Atualizado em 23/07/2020 06:40

Idosa de 100 anos se recupera da Covid-19 após 25 dias de internação, em Campina Grande — Foto: João da Paz/Ascom Hospital de Trauma/Divulgação

Aos 100 anos de idade, Joana Gomes travou uma batalha de 25 dias contra a Covid-19. Depois de lutar bravamente pela vida, ela saiu vitoriosa do combate e recebeu alta médica nesta quarta-feira (22), em Campina Grande.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A idosa estava internada no Hospital das Clínicas, unidade de saúde que foi reestruturada para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Enfermeiros e médicos que acompanharam o tratamento de Joana celebraram a recuperação dela. Antes de sair do hospital, ela disse que sentiria saudade dos cuidados que recebeu e dos amigos que fez.

A despedida foi embalada pela música “We Are the Champions”, famosa pelas vozes dos integrantes do grupo musical Queen. A canção escolhida fala sobre lutar até se tornar um campeão, qualidade atribuída à idosa por ter se recuperado.

A filha dela, Sônia Gomes, fez questão de agradecer aos profissionais de saúde por terem cuidado da mãe. “Só tenho a agradecer, meu sentimento e só de agradecimento”, concluiu.

Do G1 Paraiba

 Brasil tem recorde de casos diários de Covid-19, mais de 65 mil

 O Brasil registrou recorde de número de novos casos nesta quarta-feira (22). Foram registradas 65.339 infecções nas últimas 24 horas, o que elevou o número total para 2.231.871. O número de mortes se manteve acima de mil, com 1.293. Com isso, os óbitos chegaram 82.867.

Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo, G1 e UOL para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.

Além dos dados diários do consórcio, a Folha de S.Paulo também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O volume registrado às segundas tende a ser baixo, porque laboratórios têm atividade menor aos fins de semana. Já a média móvel para a segunda-feira considera também os dados dos seis dias anteriores, uma informação mais estável.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.052.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468