Triste
Mãe e filha morrem com Covid-19 em Guarabira, na PB
Foram 16 dias de diferença entre uma morte e outra

Publicado em 11/08/2020 17:34 - Atualizado em 11/08/2020 17:34

Foto/Reprodução

Mãe e filha, moradoras de Guarabira, no Agreste paraibano, morreram por Covid-19 com 16 dias de diferenças entre uma morte e outra. Quando a família tentava se reerguer para continuar a vida, após a morte de Maria Dalva Pontes, de 83 anos, Roseane de Freitas, de 49 anos, também faleceu.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A mãe, dona Maria Dalva Pontes de Alburquerque, de 83 anos, morreu no dia 24 de julho. Ela tinha Alzheimer e a família só percebeu sintomas da Covid-19 no dia 7 de julho.

No dia 10 de julho ela foi internada em um hospital particular de João Pessoa.

 

Roseane de Freitas Guilherme Pereira, de 49 anos, fica de Maria Dalva, apresentou sintomas no dia 8 de julho e foi internada no dia 22 de julho, no Hospital Metropolitana, em Santa Rita. Ela faleceu nesta segunda-feira (10).

A sobrinha de Maria Dalva e prima de Roseana, Amália de Freitas, detalha como a doença se manifestou em mãe e filha. “Roseane foi internada e levada para UPA três vezes. Na terceira vez ela ficou e foi transferida para o Hospital Metropolitano”, conta.

Na segunda-feira, foi realizado um cortejo fúnebre, da entrada de Guarabira até o cemitério São João Batista, onde foi enterrado o corpo de Roseane, no mesmo túmulo em que a mãe foi respultada no mês passado.

Maria Dalva era mãe de 11 filhos e tinha netos e bisnetos. Já Roseane deixou duas filhas de 17 e 13 anos.

Do G1PB


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468