Litoral Sul do RN
Por medo do coronavírus, moradores de Sagi em Baia Formosa fecham a entrada da comunidade por conta própria
Barreira foi improvisada com faixas, cones de trânsito e galhos de árvores para impedir passagem de turistas. Moradores se revezam 24 horas no local.

Publicado em 24/03/2020 10:07 - Atualizado em 24/03/2020 10:07

Barreira montada pelos moradores em Sagi — Foto: Cedida


Do G1 RN - Os moradores de Sagi, no município de Baía Formosa, litoral sul do Rio Grande do Norte, decidiram fechar a entrada da comunidade por conta própria por medo do contágio pelo novo coronavírus. O bloqueio foi montado por conta própria na noite de segunda-feira (23).

Uma barreira com placas informativas, cones de trânsito, galhos de árvores, tonéis e uma barraca foi improvisada na entrada da comunidade para impedir a passagem de turistas, como forma de tentar evitar a propagação da Covid-19 na região. Os moradores se dividiram em grupos e se revezam 24 horas no local.

Um vídeo mostra os moradores avisando sobre a proibição do turismo no local. Vestindo máscaras de proteção e segurando potes de álcool gel, a comunidade alerta: "Sagi não arreda o pé. Pisa aqui e dá marcha à ré".

De acordo com a Associação de Moradores de Sagi, a comunidade tem cerca de 800 pessoas. "Os noticiários vêm mostrando que o país ainda está despreparado para atender a população mais afastada, por isso a população de Sagi tinha que tomar uma atitude. O medo de ter um morador contaminado nos fez tomar essa atitude", explicou Maria da Conceição Cardoso, presidente interina da Associação dos Moradores e Amigos de Sagi.

Sagi faz parte do município de Baía Formosa. No dia 21 o prefeito da cidade publicou um decreto determinando a proibição da entrada de transportes turísticos por meio. Moradores e prestadores de serviços essenciais podem entrar livremente no município. Em Baía Formosa, a barreira na entrada da cidade é feita por bombeiros civis, mas eles não proíbem a entrada de ninguém, apenas orientam.

 
Comunidade escreveu faixas para alertar turistas — Foto: Cedida

Comunidade escreveu faixas para alertar turistas — Foto: Cedida

Por meio da assessoria de imprensa, a Polícia Militar explicou que pode intervir na barreira. "Do ponto de vista legal, eles não podem fazer isso. Acontece que com essa crise do coronavírus, não existe demanda turística. Então, o turista que por ventura quiser entrar na comunidade não terá o que fazer porque está tudo fechado. Mas, claro, em caso de algum problema a PM está atenta e deverá agir", detalhou o tenente-coronel da PM, Eduardo Franco.


250 x 100
250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468