Nordeste
Assassina de jovem em praia no Nordeste era sua ex-namorada e pai lamenta: ‘Não aceitou ser trocada’
O pai de Raíssa ainda disse que não tinha qualquer preconceito pelo fato da filha ter namorado uma menina

Publicado em 27/06/2019 15:49 - Atualizado em 27/06/2019 15:49

Raíssa Sotero Rezende, 14 anos, torturada e assassinada na Praia de Maria Farinha, em Paulista. Foto: Instagram/Reprodução

 

O assassinato de Raíssa Sotero Rezende, de 14 anos está chocando o país. A jovem foi assassinada por duas jovens. Uma delas seria sua ex-namorada. A motivação do crime seria ciúmes. O pai de Raíssa fez revelações sobre o assassinato da filha, que ocorreu em uma praia de Recife, em Pernambuco. 

 

O pai de Raíssa ainda disse que não tinha qualquer preconceito pelo fato da filha ter namorado uma menina e que era contra o relacionamento por outros motivos. “Não pelo fato de ser minha filha namorando com uma menina. Se fosse uma outra menina, uma pessoa de bem, não teria problema nenhum, mas pelo fato de caráter da pessoa”, disse ele à reportagem do site do Estado de Minas. 

 

Já à Record, como mostra um vídeo nesse artigo, o pai de Raíssa disse que a filha era ameaçada constantemente pela companheira e que foi difícil tirar ela da casa com sua namorada. Ele revela que a assassina sempre foi possessiva e que piorou, após descobrir que a jovem de 14 anos estava em um novo relacionamento.

O delegado do caso, Álvaro Muniz, revelou ainda que no depoimento as duas jovens presas confessaram que armaram um encontro com Raíssa. A outra menina de 15 anos era agora a atual companheira da ex-namorada de Raíssa. “A vítima teria pedido para marcar um encontro quando chega a outra adolescente e passa a agredi-la fisicamente. Essa seria a atual companheira [da jovem que filma]”, explicou o delegado à reportagem do Estado de Minas. 


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468