Nordeste
Corpos de meninas mortas em deslizamento de rochas no Chile são velados no Nordeste
A morte das das duas crianças causou muita comoção nos moradores da cidade de 100 mil habitantes.

Publicado em 07/06/2019 20:31 - Atualizado em 07/06/2019 20:31

Isadora Bringel e Khálida Trabulsi, de 7 e 3 anos de idade — Foto: Divulgação

Do G1 - Acontece nesta sexta-feira (7), em São Luís, o velório dos corpos das meninas Khálida Trabusli e Isadora Bringel que morreram após um deslizamento de rochas na região de El Yeso, em Santiago no Chile.

O velório de Khálida, de 3 anos, é realizado na Igreja Batista Filadélfia, no bairro Vinhais. No sábado (8), um cortejo fúnebre segue até o Cemitério do Gavião, na Madre Deus, onde haverá o enterro. Isadora Bringel, de 7 anos, é velada na Pax União, na região central de São Luís. O enterro da menina está marcado para acontecer às 9h, também no Cemitério do Gavião.

Chegada em São Luís

Os corpos chegaram no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado por volta das 15h30, acompanhado dos pais das meninas, Jorge Trabusli Lisboa, Lenne Carvalho Lisboa, Marcelo Bringel e Slavya Bringel. Ao desembarcarem no saguão, os pais foram recebidos com aplausos por familiares e amigos que aguardavam a chegada.

Tragédia no Chile

Khálida Trabusli Lisboa e Isadora Bringel faziam um passeio na segunda-feira (3) acompanhada dos pais na região de El Yeso, no Chile, quando morreram após serem atingidas por fragmentos de rochas após um deslizamento.

As famílias são amigas e as meninas estudavam na mesma escola no município de Bacabal, no interior do estado, onde também viviam. Por conta do acidente, as aulas na escola foram suspensas. A morte das das duas crianças causou muita comoção nos moradores da cidade de 100 mil habitantes.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468