Nordeste
Dançarina morre após policiais atirarem em carro que levava banda de forró
No veículo, também estavam outra dançarina, vocalista e sanfoneiro

Publicado em 05/07/2019 11:58 - Atualizado em 05/07/2019 11:58

Foto/Reprodução

A Tarde/UOL - A dançarina Gabriela Moura, da banda Sala de Reboco, morreu após o carro em que estava ser atingido por tiros disparados por policiais, na madrugada desta sexta-feira, 5, em Irecê, no Centro-Norte Baiano.

No veículo, também estavam Joelma Rios (vocalista), Suelen Sodré Mendonça Pinheiro (dançarina) e Elieselson Possidônio (sanfoneiro). Todas as vítimas foram encaminhadas para o Hospital Regional de Irecê, mas Gabriela não resistiu aos ferimentos e morreu na sala de cirurgia.

Segundo a Polícia Civil, uma viatura das Rondas Especiais (Rondesp) avistou um veículo Toyota SW4, cor preta, e solicitou a parada, mas o motorista Cláudio Pereira Batista, não obedeceu. Para interceptar o carro, os policiais pediram apoio a uma equipe da Companhia de Emprego Tático Operacional (Ceto) do 7º Batalhão da Polícia Militar. Como o motorista fugiu, os militares efetuaram disparos contra o veículo.

O condutor não foi atingido e já foi apresentado à Delegacia Regional de Polícia Civil por dirigir sob efeito de álcool.

Da banda, Suelen foi atendida e liberada. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos demais integrantes.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468