Policial
Corpo da menina Brunninha é velado no município de Serrinha, RN
A menina que mobilizou a sociedade médica de Pernambuco e do Rio Grande do Norte não resistiu às implicações da cirurgia e morreu na tarde do domingo (7).

Publicado em 09/04/2019 15:58 - Atualizado em 09/04/2019 15:58

Foto/Reprodução


Do OP9 - A cidade de Serrinha, localizada a 89 quilômetros de distância de Natal, está de luto. O corpo da menina Brunna Silveira Lopes, mais conhecida como Brunninha, 7 anos, que morreu no Recife (PE), três dias após passar por um transplante de coração, está sendo velado no município nesta segunda-feira (8). O velório acontece na sede da Igreja Assembleia de Deus, ao lado da Câmara Municipal da cidade. A família confirmou que o sepultamento está previsto para as 16h, no cemitério local.

A menina que mobilizou a sociedade médica de Pernambuco e do Rio Grande do Norte não resistiu às implicações da cirurgia e morreu na tarde do domingo (7). Ela estava em estado grave. O médico Madson Vidal, que atendeu Brunninha desde o início do tratamento e mobilizou a transferência dela de Natal para Recife, está na cidade de Serrinha junto com integrantes da Ong Associação Amigos do Coração (Amico) para acompanhar o sepultamento e oferecer apoio à família da garota. Depois de receber a confirmação da morte da paciente, o médico colocou em uma rede social mais um depoimento emocionado. “Minha doce amiguinha e borboletinha BRUNINHA, me perdoe se a ciência,que nós os homens estudamos, não permitiram a sua CURA. Perdão por todos os procedimentos médicos que não deixaram que você continuassem no meio da sua família. BRUNINHA, tenha certeza absoluta e do fundo do meu coração que você me deu e ensinou muito mais pela sua alegria e felicidade nas pequenas coisas”, disse em trecho do texto.

O caso de Brunninha tornou-se símbolo da luta contra a burocracia nos trâmites para a realização de transplantes no país, após desabafo do médico Madson Vidal em rede social no dia 2 março. A sociedade se mobilizou ao saber da batalha da menina que sobreviveu mais de 15 dias mantendo seu coração ligado a uma máquina. Em uma ação conjunta médica e militar do Rio Grande do Norte e Pernambuco, Brunninha foi transferida para o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) e conseguiu ser transplantada ainda na noite da quinta-feira (4).

Ao saber sobre a morte da garota, a governadora do RN, Fátima Bezerra, publicou texto no Instagram. “A notícia da morte da menina Brunninha entristece a todos nós. Desde a semana passada estávamos aflitos, em orações, o Rio Grande do Norte todo torcendo para que a cirurgia de transplante de coração fosse realizada com sucesso. À família, amigos, aos profissionais que cuidaram de Brunninha com tanta dedicação e carinho, os nossos sentimentos, nossas preces. Nessas horas faltam-nos as palavras. Que as lembranças dos bons momentos por ela vividos ajudem os pais, parentes e amigos a superarem a dor e a saudade. Em nossos corações, Brunninha viverá para sempre!”, ressaltou Fátima Bezerra.


250 x 100
250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468