Decisão
Mulher e namorado que mataram empresário no RN são condenados à prisão

Publicado em 13/04/2019 14:47

Renatta Borsatto foi presa em Natal suspeita de ser mentora do crime. (Foto: Reprodução/Facebook)

A socialite Martha Renatta Borsatto Messias Miranda, de 32 anos, e o namorado Antônio Ribeiro de Andrade Neto, de 36 anos, foram condenados na madrugada deste sábado (13) a 20 e 14 anos de prisão, respectivamente, pelo assassinato do empresário do ramo de hotelaria, Ademar Miranda Neto. O júri popular durou três dias e foram ouvidas 14 pessoas, sob a presidência do juiz José Armando Pontes.  Julgamento dos acusados da morte entra no terceiro dia.

 

O crime ocorreu em junho de 2016, em Natal, quando o empresário do ramo de hotelaria Ademar Miranda Neto dirigia seu carro e foi  assassinado por dois criminosos em uma motocicleta quando ele parou em um dos sinais da Avenida Roberto Freire na zona Sul de Natal.

Em dezembro daquele mesmo ano, a mulher foi presa, acusada do crime. Ela têm três filhos com a vítima e estariam em processo de separação quando mandou matá-lo. A acusada teria caído em contradição várias vezes durante o depoimento e tentado coagir testemunhas, segundo a polícia. Martha foi condenada como autora do crime e Antônio Ribeiro, coautor. Ele havia sido preso acusado do crime em janeiro de 2017. Filho do ex-deputado e ex-prefeito de Ielmo Marinho, Tarcísio Ribeiro, ele havia se candidatado a vereador naquele município, mas sem sucesso.

CASAL É CONDENADO À PRISÃO POR MATAREM EX-MARIDO DELA. REPRODUÇÃO

Do Portal no Ar


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468