Aconteceu
27 pessoas são detidas por descumprir isolamento social e fazer rinha de galo no interior do RN
De acordo com a corporação, uma pessoa fez uma denúncia anônima

Publicado em 18/05/2020 18:42 - Atualizado em 18/05/2020 18:42

Foto/Reprodução

Do G1 RN - Uma operação da Polícia Militar deteve e levou à delegacia 27 pessoas que, além de descumprir o isolamento social determinado por decreto estadual por causa do novo coronavírus, realizavam uma "rinha de galo" no município de Guamaré, no interior do estado. O caso aconteceu neste domingo (17), segundo a PM.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com a corporação, uma pessoa fez uma denúncia anônima, informando que uma propriedade rural estava aglomerando pessoas e realizando eventos de rinha de galo - considerados crimes de maus-tratos aos animais - sempre aos domingos.

Equipes da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM) fizeram um cerco ao local e flagraram ambas as irregularidades. "Durante a abordagem alguns suspeitos tentaram se evadir (fugir) mas foram contidos", informou a PM.

Ainda segundo a corporação, o local possuía estrutura específica para prática do crime, com uma arena com banco para plateia, placar, cronômetro, tabela, bancas de aposta, equipamentos para bico e esporas, orientações de proibição de fotos e filmagem no ambiente, aves, remédios e material de uso veterinário para sutura, roupas, gaiolas e anotações de aposta.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As 27 pessoas foram conduzidas à delegacia e a polícia apreendeu 19 motos, três carros, 14 bolsas transportadoras de galos, 31 biqueiras de couro simples, 54 biqueiras de couro com borracha, 06 bicos de aço, 29 esporas, 11 pares de luvas de borracha especifica para pernas de galos, dentre outros.

"Além de praticarem no local crime de maus tratos aos animais, todos também foram autuados por crime à saúde pública ao aglomerar pessoas, o que é proibido em razão da pandemia do Covid-19", informou a PM.

Bombeiros resgatam cadela presa em telhado de casa em Natal

 

Uma cadela precisou ser resgatada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) após subir ao telhado de uma residência. O fato ocorreu na manhã desta segunda-feira (18), no bairro do Alecrim, zona leste de Natal.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cadela que atende pelo nome de ‘Princesa’ estava presa no telhado desde a noite de domingo (17) e, por várias vezes, o dono não conseguiu resgatar o animal. Foi por volta das 10h que uma equipe de salvamento do CBMRN foi acionada e enviada para o local.

Ainda segundo informações da guarnição, uma pia foi usada pela cadela como degrau para subir ao telhado. Em 20 minutos, 'Princesa' foi resgatada e devolvida ao dono sem maiores problemas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468