Boa Notícia
Laboratório americano diz ter descoberto anticorpo contra covid-19: “Queremos enfatizar que existe uma cura. Existe uma solução que funciona 100%”
Em entrevista à rede americana Fox News, Henry Ji, presidente-executivo da Sorrento, disse que a cura para a covid-19 está se tornando real

Publicado em 16/05/2020 13:06 - Atualizado em 16/05/2020 13:06

Foto: Lucas Jackson / Reuters

As ações do laboratório Sorrento Therapeutics sobem 173,3% na Bolsa eletrônica de Nasdaq, em Nova York, após o presidente da empresa ter anunciado que um anticorpo desenvolvido pela biofarmacêutica foi capaz de evitar a contaminação de células pelo novo coronavírus durante testes feitos em laboratório.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em entrevista à rede americana Fox News, Henry Ji, presidente-executivo da Sorrento, disse que a cura para a covid-19 está se tornando real.

“Queremos enfatizar que existe uma cura. Existe uma solução que funciona 100%”, disse ele, se referindo ao anticorpo STI-1499, desenvolvido por sua empresa.

Por meio de seus estudos, a Sorrento examinou e testou bilhões de anticorpos coletados na última década. A equipe do laboratório diz que isso tornou possível identificar potenciais anticorpos que poderiam ser eficazes contra a covid-19.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Eles descobriram que cerca de uma dúzia desses anticorpos demonstraram a capacidade de impedir que as proteínas do vírus se ligassem à enzima humana ACE2, que é o receptor que um vírus normalmente usa para entrar nas células humanas.

Leia Também:

Depilar as partes íntimas é mais perigoso do que você imagina

Virilha escura: Saiba quais as causas e os melhores tratamentos para a mancha de pele

Saiba 5 coisas para as quais você nunca deve usar amaciante

Depois de mais testes, os pesquisadores de Sorrento descobriram que havia um anticorpo em particular que se mostrava praticamente 100% eficaz no bloqueio da infecção das células, o STI-1499.

O presidente do laboratório apontou que o anticorpo pode ser usado como terapia preventiva, uma vez que não há efeitos colaterais. Ele acrescentou que o tratamento pode ser mais eficaz do que qualquer vacina que possa ser desenvolvida.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

“Esta é a melhor solução”, disse ele à Fox. “O objetivo de fazer uma vacina é potencializar um anticorpo neutralizante”.

O Globo


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468