Importante Saber
Saiba quais são os sintomas e como tratar gastrite nervosa
Os dois sintomas mais frequentes são a presença de arrotos e a sensação de enjoo constante

Publicado em 11/02/2020 19:39

Foto/Reprodução


Já sentiu uma queimação forte no estômago durante uma situação de grande estresse ou em um período de grande ansiedade, seja na preparação para um exame ou pressão no trabalho? O problema pode ser uma gastrite nervosa.

Nesses casos, é aconselhado consultar um gastroenterologista para avaliar a necessidade de tomar um protetor gástrico durante as fases de maior estresse, de forma a proteger a mucosa do estômago e a evitar o surgimento da gastrite.

Os dois sintomas mais frequentes são a presença de arrotos e a sensação de enjoo constante, no entanto, outros sinais também podem estar presentes.

Como confirmar o diagnóstico
O diagnóstico de gastrite nervosa não é comum e geralmente é feito quando os sintomas ficam mais fortes durante os períodos de crise. No entanto, primeiro é preciso eliminar outras possíveis causas, como a infecção do estômago por H. Pylori, por exemplo.

Caso os sintomas surjam com frequência, é importante consultar um gastroenterologista para avaliar todo o histórico clínico e tentar achar a causa mais provável para a gastrite.

Como aliviar a gastrite nervosa
O primeiro passo para aliviar os sintomas da gastrite nervosa é usar estratégias para diminuir o estresse e a ansiedade, como fazer aulas de ioga para aprender a controlar a mente e a respiração, alongamentos no meio do dia para relaxar o corpo e, se necessário, acompanhamento de um psicoterapeuta.

Além disso, o tratamento também deve incluir:

1. Dieta leve
Ter uma alimentação saudável ajuda a reduzir a produção de acidez no estômago, aliviando os sintomas de dor e queimação. Para isso, deve-se evitar o consumo de alimentos ricos em gordura, como salsicha, linguiça, bacon, leite integral, fast food, comida pronta congelada e biscoitos recheados.

Para diminuir a produção de gases, é importante evitar o consumo de alimentos como bebidas gaseificadas, feijão, repolho, milho, ervilha, brócolis, couve-flor e ovo.

2. Atividade física regular
Praticar atividade física regularmente é importante para melhorar a digestão, diminuir o estresse e a ansiedade e aumentar a produção de hormônios que dão a sensação de prazer e bem-estar, ajudando a aliviar os sintomas da doença.

3. Optar por remédios naturais
Algumas plantas medicinais podem ser usadas como tratamento natural para a gastrite nervosa, ajudando a aliviar os sintomas da doença. Para isso, pode-se utilizar chás de:

Estas bebidas são ótimas para aliviar as náuseas, a dor de estômago e os vômitos.

Com informações do portal Tua Saúde


250 x 100
250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468