Postado em 11 de Março de 2019 ás 19:51 h
Procon pede que Gol suspenda voos com modelo de avião que caiu na Etiópia
Foto/Reproducao
Publicidade

A Fundação Procon (Proteção e Defesa do Consumidor) de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira (11), que vai pedir o cancelamento imediato de todos os voos da Gol operados com aviões Boeing 737 MAX 8. O modelo é o mesmo da aeronave da Ethiopian Airlines que caiu neste domingo (10), deixando 157 mortos.

"Considerando que a segurança é um direito fundamental do consumidor, a Fundação Procon-SP, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, notificará hoje a Gol Linhas Aéreas para que suspenda imediatamente a operação de todas as aeronaves da Boeing modelo 737 MAX 8, em razão da ocorrência de acidentes de perfil semelhante em curto espaço de tempo", escreveu a entidade em comunicado. 

Ao todo, 68 companhias aéreas no mundo utilizam o Boeing 737 MAX 8 – e a Gol é a única brasileira. Pelo Twitter, em resposta ao Brasil Econômico , a empresa afirmou que está em constante contato com a Boeing para saber maiores detalhes sobre o acidente e, assim, tomar as medidas cabíveis. Por ora, a companhia mantém as aeronaves em operação.

Em outubro do ano passado, um avião de modelo idêntico, operado pela Lion Air, caiu na costa da Indonésia e deixou 189 mortos. Hoje, baseadas na coincidência entre os dois acidentes,  a China, a Etiópia e a Indonésia decidiram proibir que as companhias aéreas locais decolem quaisquer voos com aviões Boeing 737 MAX 8 .

Fonte: Economia - iG 

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()