Postado em 12 de Janeiro de 2018 ás 17:10 h
Secretaria apura esquema ilegal de professores para aulas na rede estadual
Claudia Santa Rosa
Publicidade

Destaque no Portal no Ar

A secretária estadual de Educação, Claudia Santa Rosa, abriu processos administrativos disciplinares contra professores da rede pública que estaria agindo ilegalmente na jornada de trabalho, pagando para que outras pessoas dessem aulas e seus lugares.

E postagem na sua rede social, Santa Rosa destacou que, “hoje tive de autorizar o prosseguimento e/ou a abertura de dezenas de processos que, infelizmente, há quase 100% de chances de resultarem em demissões de professores, alguns em estágio probatório”, disse a secretária.

Segundo ela, o esquema ilegal funcionava com a conivência de diretores de escolas que também responderão com as mesmas chances de demissão, e dos funcionários que trabalham nas respectivas escolas.

“Esses professores pagam entre R$ 800,00 e 1.000,00 por um mês de trabalho para pessoas os substituírem, por meses e anos. Grave, gravíssimo! Não preciso dizer o enquadramento legal e moral em um país imerso em investigações de corrupção e lesão dos bens públicos. A legislação é severa. Lamento!”, enfatizou Claudia.

Por fim, a gestora também ressalta que quem conhecer casos desse tipo possam denunciar e os responsáveis corrijam a tempo.

kkop

A reportagem do PORTAL NO AR tentou contato com a secretária para apurar a quantidade de professores que estão sendo investigados e como o esquema foi descoberto, mas as ligações não foram atendidas e a assessoria de imprensa informou que a gestora estava em viagem.

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()
Publicidade
Publicidade