Postado em 13 de Fevereiro de 2019 ás 17:28 h
Caso de menina que ficou paraplégica após colocar piercing é raro, mas especialistas alertam para perigos do procedimento
Um dos primeiros sintomas da infecção sofrida por Layane Dias foi uma 'bola vermelha' no nariz — Foto: Arquivo pessoal (via BBC)
Publicidade

O caso da jovem Layane Dias, de 20 anos, que ficou paraplégica após colocar um piercing, é considerado raro pelos especialistas. Ela foi infectada pela bactéria Staphylococcus aureus, que pode causar problemas variados ao atingir a corrente sanguínea.

A bactéria entrou no organismo de Layane através de uma infecção no nariz em decorrência do piercing. O G1 ouviu especialistas sobre o caso e eles alertam para os possíveis perigos do procedimento.

  • O piercing deve ser colocado em ambiente limpo e estéril e por um profissional
  • É preciso ficar atento aos sinais do corpo após o procedimento
  • Bactéria é comum na pele e no nariz
  • Em caso de infecção, é preciso procurar um médico
  • Não pratique a automedicação

A dermatologista Alessandra Romiti, Coordenadora do Departamento de Cosmiatria Dermatológica da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), explica que o caso da jovem não é comum.

"O que aconteceu com esta paciente é uma complicação mais rara. Pode acontecer que uma infecção local quando não-tratada ou não diagnosticada, ou uma bactéria muito resistente ao tratamento, possa se espalhar através do sangue e causar infecção em outros lugares", explica a dermatologista Alessandra Romiti.

Ela diz que, na maioria das vezes, as complicações decorrentes do piercing são no local onde o acessório foi colocado. A mais comum é a inflamação: "Principalmente se ele for colocado no local que tem cartilagem como o nariz e algumas regiões da orelha, onde pode acontecer essa condrite- a inflamação da cartilagem que fica bem vermelho, bem dolorido. Às vezes se resolve com tratamento e em outras é necessário retirar o piercing".

Leia reportagem completa direto do G1

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()