Postado em 07 de Janeiro de 2018 ás 18:28 h
Em nota, Vereador de Santo Antônio/RN fala sobre episódio em que foi expulso de festa pela cantora Márcia Fellipe
Foto/Reprodução
Publicidade

O Vereador de Santo Antônio/RN Paulo Cezar esclareceu através de uma nota seu envolvimento em um episódio com a cantora Márcia Fellipe na Festa de Reis em São José do Campestre, onde em um vídeo divulgado amplamente nas redes sociais mostra o momento em que a cantora  de forró interrompe seu show e pede para que seguranças devolvessem o dinheiro do vereador e retirasse ele da festa.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Venho a público, por meio desta nota, esclarecer o mal entendido ocorrido na festa de Reis na cidade de Campestre, realizada na ultima sexta feira (5/1/18).

A convite de um dos patrocinadores fui, pela primeira vez, participar desse que é um dos maiores eventos da região e que, com muito orgulho, também ajudei a divulgar. Como de costume, sempre peço alô aos artistas que estão a se apresentar, prática normal nesse tipo de eventos por parte dos fãs.

Durante todo o evento recebemos vários alôs das bandas que se apresentaram. Na última banda fique com o painel de led do meu celular ativado em direção da cantora. Não sei qual equivoco ocorreu, fui surpreendido com insinuações que havia feito um gesto obsceno, algo que nunca ousei em fazer mesmo com as pessoas mais próximas.

Talvez o que tenha feito de errado foi ficar com as mãos erguidas com meu aparelho telefônico por um bom tempo, na espera pelos alôs. O que pode ter dado margem a alguma interpretação errada.

Caso algum ato desse tenha sido mal interpretado lamento profundamente o ocorrido, pois compreendo o quanto é difícil a rotina exaustiva e os desafios diários dessa profissão tão importante dos artistas.

Reintero que jamais em minha vida teria a intenção ofender a artista ora em questão ou qualquer profissional integrante da Banda que sempre admirei muito.

Sempre repudiei esse tipo de atitude. Sou um pessoa que em toda minha vida nunca me envolvi em brigas ou confusões. Muitos amigos ficaram surpreso com essa situação constrangedora, porque sabem que não é da minha índole atitudes desse tipo.

Moro na cidade de Santo Antônio, todos que me conhecem sabem que jamais teria tal comportamento, pois mantenho respeito e boa conduta entre as pessoas.

Aproveitando o ensejo para agradecer as inúmeras ligações e mensagens de amigos que se solidarizaram pelo fato ocorrido, oferecendo o devido apoio na certeza que essa é uma atitude contrária à minha educação e história de vida.

Paulo Cezar Cândido Chacon

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()
Publicidade
Publicidade