Postado em 01 de Fevereiro de 2019 ás 12:26 h
Arcebispo da Paraíba fala no Facebook sobre denúncias de abuso sexual
Foto/Reproducao
Publicidade

Em pronunciamento feito por meio do perfil do Facebook da Arquidiocese da Paraíba na manhã desta sexta-feira (1º), o arcebispo dom Manoel Delson relatou que a igreja no estado está fazendo a sua parte quanto às denúncias de crimes de exploração sexual por parte de padres. “Existe um procedimento canônico que foi iniciado assim que surgiram as investigações por parte do Ministério Público. O procedimento está em fase de conclusão pelo Tribunal Eclesiástico para em seguida ser enviado para a Congregação de Doutrina da Fé, órgão do Vaticano responsável por tratar matérias mais graves na igreja”, destacou.

A Arquidiocese da Paraíba foi condenada pela Justiça do Trabalho a pagar uma indenização de R$ 12 milhões por crimes de exploração sexual contra menores de idade envolvendo padres e até mesmo o então arcebispo emérito dom Aldo Di Cillo Pagotto. Os crimes vieram a público após o vazamento de uma carta-denúncia escrita por uma fiel que narrava os abusos sexuais em 2014. Em seguida, as investigações foram iniciadas na Justiça.

Durante o pronunciamento, o arcebispo também destacou que a igreja na Paraíba não mede esforços para colaborar com as investigações da justiça. “Repudiamos todo e qualquer ato que atenta contra a dignidade humana, especialmente contra os mais vulneráveis. Se houver culpados, que eles sejam responsabilizados”, frisou dom Manoel Delson.

Do OP9

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()