Postado em 19 de Agosto de 2017 ás 10:10 h
Bando faz arrastão em rinha de galo e troca tiros com a PM na zona rural de Brejinho, RN
Caso aconteceu em Brejinho
Publicidade

Do G1 - Tres pessoas ficaram feridas e quatro foram presas após um tiroteio entre a polícia e cerca de 15 criminosos que faziam um arrastão a uma rinha de galo no interior do Rio Grande do Norte. O caso aconteceu na noite desta sexta-feira (18) na zona rural de Brejinho, região Agreste potiguar. Entre os feridos, está um policial militar.

De acordo com o cabo Tarcísio Miranda, do Destacamento da PM em Brejinho, o caso aconteceu por volta das 19h30. Cerca de 15 homens armados e encapuzados chegaram ao sítio Papuçu, distante cerca de três quilômetros do centro da cidade, onde acontecia uma rinha de galo. Entre 100 e 130 pessoas assistiam e apostavam nas brigas entre os animais - a prática é considerada crime ambiental.

A Polícia Militar foi acionada e chegou quando o bando concluía o arrastão. "Fomos recebidos a bala", conta o cabo. Equipes de policiais de várias cidades da região foram enviadas ao local. Os criminosos portavam armas calíbre 12, pistolas e revólveres.

Após cerca de 30 minutos de tiroteio, a maioria dos assaltantes conseguiu fugir pelo matagal nas proximidades do sítio. Ferido, o soldado Manoel Alves foi socorrido para o pronto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal. Um dos criminosos também ficou ferido e foi levado para o Deoclécio Marques, em Parnamirim. Um homem que estava no local também se feriu e foi socorrido.

Além do suspeito hospitalizado, a polícia conseguiu prender outros três, que foram encaminhados para a Delegacia de Nova Cruz. Com eles, a polícia conseguiu apreender R$ 10 mil em espécie, 47 aparelhos celulares, duas armas calíbre 12, relógios, pulseiras, cordões de ouro e dois carros.

De acordo com a polícia, os três carros usados no arrastão eram roubados.

Por: Nova Cruz Oficial
Publicidade
Publicidade
Comentários ()