Postado em 11 de Agosto de 2017 ás 17:48 h
Homem escondia em casa na cidade de Goianinha/RN dinheiro roubado de agências bancárias e explosivos
José Carlos era pago por Laerte Ambrósio para esconder em uma casa em Goianinha (Foto: Divulgação/Policia Civil)
Publicidade

Uma ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba e da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) prendeu em flagrante, nesta quarta-feira (09), José Carlos Silva do Nascimento e Laerte Ambrósio de Oliveira, um dos maiores assaltantes de bancos no nordeste e integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Eles foram encontrados em um carro roubado, com documentos de identificação falsos. 

A prisão foi em decorrência da investigação realizada pela Deicor para elucidar os casos de roubos à agências bancárias no Rio Grande do Norte.

Laerte é o chefe da quadrilha que fugiu na ação realizada pela Deicor na cidade de São José do Mipibu no último dia 29 de julho, em que foram apreendidos em uma granja diversos materiais utilizados nos roubos e material explosivo o suficiente para causar explosões em até 200 agências bancárias. Na ocasião a quadrilha conseguiu furar o cerco policial e fugir. José Carlos também é integrante da quadrilha. Hoje, Laerte Ambrósio, um dos maiores assaltantes de bancos ocorridos no Nordeste, sendo citado em ocorrências que vão desde o estado da Bahia ao estado do Ceará, foi capturado na Paraíba em um veículo modelo Citroen com José Carlos

Ponto de apoio em Goianinha

José Carlos era pago por Laerte Ambrósio para esconder em uma casa alugada na Rua Buriti da cidade de Goianinha o dinheiro roubado das agências bancárias, explosivos, armas e demais materiais utilizados nos roubos, além de servir como ponto de encontro e apoio para os integrantes da quadrilha.

dfrt

le

 As investigações da polícia comprovam que Laerte Ambrósio participou dos roubos à agências bancárias ocorridos nas cidades Monte Alegre e Belém localizado no estado da Paraíba, além do roubo à carro-forte na cidade de São Pedro. A dupla foi autuada em flagrante pelos crimes de receptação de veículo roubado, posse de arma de fogo de uso restrito, associação criminosa e adulteração de sinais identificadores de veículo. 

Por: Nova Cruz Oficial
Publicidade
Publicidade
Comentários ()