Postado em 14 de Março de 2019 ás 14:13 h
Polícia Civil desarticula quadrilha que roubou mais de R$ 2,8 milhões de bancos no RN
Foto: Divulgação/Policia Civil
Publicidade

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, na madrugada desta quarta-feira (13), a 2ª fase da Operação “Forasteiros”. Até o momento, foram presos cinco integrantes da organização criminosa responsável por roubo de, aproximadamente, 2,8 milhões de reais, em mais de 30 ações delituosas cometidas contra instituições financeiras. Os crimes ocorreram entre o ano de 2018 e o início deste ano. Somente na capital potiguar, o grupo é responsável por, no mínimo, 25 ações criminosas.

Nesta terça-feira (12), após uma vigilância, policiais civis identificaram a entrada de um dos integrantes da organização criminosa em um condomínio na grande Natal. O suspeito, Victor Hugo Valério Santos Silva, 30 anos, possuía um mandado de prisão preventiva em aberto. Ao chegarem no local, os policiais constataram que Victor Hugo portava um documento falso e outro ideologicamente falso. Diante disto, ele foi autuado em flagrante delito. 

Na mesma residência, foi preso em flagrante Edvar Wenderson Alves e Silva, 37 anos, pela prática dos crimes de estelionato, falsidade de documento público, falsidade ideológica, uso de documento falso e associação criminosa. Além disso, o paraense Edvar Wenderson responde a processos por tráfico e roubos na região Norte do país. Andria Wanessa Alves Moreira, 22 anos, natural de Mato Grosso, foi autuada pela associação criminosa.

Ainda na residência de Victor Hugo, natural de Cuiabá/MT, foram encontradas ferramentas usadas nos cortes dos caixas, rádios HT, munições dos calibres 38 e 380, uma certa quantidade de maconha, dois veículos e um vasto material furtado das farmácias.

1ª Fase Operação "Forasteiros"


No dia 13 de fevereiro de 2019, a 1ª fase da Operação “Forasteiros” foi deflagrada com o objetivo de desarticular a organização criminosa especializada em violação de caixas eletrônicos da rede 24h e de agências bancárias na cidade de Natal e nos Estados da Paraíba, Ceará, Espírito Santo, Pará, Goiás, Santa Catarina e Mato Grosso. 

Ainda no dia 13 de fevereiro, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em diversos endereços da capital, além de um mandado de prisão preventiva em desfavor de Jorge Henrique Evaristo Fernandes da Costa. Outros dois integrantes da organização criminosa também tiveram mandados de prisão deferidos, mas, continuavam foragidos até a última terça-feira (12), quando foram presos.

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()