Postado em 15 de Maio de 2018 ás 20:16 h
Suspeito de ser mandante de execução de Marielle poderá ser transferido para o RN
Foto/Reprodução
Publicidade

A Justiça do Rio determinou que o ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo, conhecido como ‘Orlando Curicica’, deverá ser transferido para um presídio federal de segurança máxima.

Caberá ao Departamento Nacional Penitenciário definir o presídio, mas a defesa de Oliveira declarou que autoridades policiais o ameaçaram com o transferência para Mossoró.

Orlando é apontado pela polícia como chefe de uma milícia que domina parte da Zona Oeste do Rio.

Em reportagem publicada pelo jornal O Globo, um delator contou a agentes da Delegacia de Homicídios que o homem seria um dos mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco, há dois meses.

Preso preventivamente em Bangu por um homicídio ocorrido em 2015 e por outros crimes, o ex-PM estaria fazendo greve de fome por medo de ingerir comida envenenada, segundo relatou o advogado Renato Darlan à Folha de S.Paulo.

O defensor também disse que o cliente relatou ter sofrido uma “ameaça” na quinta-feira (10), quando um delegado da Divisão de Homicídios, responsável pela investigação do caso Marielle, teria visitado Araújo em Bangu 1.

auto

“O delegado estava acompanhado de um inspetor e disse a ele: ‘ou você confessa esse crime ou eu vou colocar mais dois homicídios na sua conta e vou te mandar para [o presídio federal] Mossoró'”, disse.

Via Blog do BG

Por: Nova Cruz Oficial
Comentários ()