Interior do RN
Colombianos são presos suspeitos de cobranças abusivas a comerciantes de municípios do RN
Os dois homens foram encaminhados à delegacia, onde foram autuados em flagrante

Publicado em 29/06/2020 12:00 - Atualizado em 29/06/2020 12:00

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais civis da 5ª Delegacia Regional de Macau, com apoio de policiais militares de Guamaré, prenderam em flagrante, na tarde deste sábado (27), dois colombianos suspeitos de praticarem crime de usura contra comerciantes, nas cidades de Macau e Guamaré. A dupla foi presa na cidade de Guamaré.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

No momento da abordagem, um dos suspeitos estava recolhendo dinheiro de uma vítima. De acordo com as investigações, eles estariam oferecendo empréstimos aos comerciantes, cobrando juros abusivos de 20%. O pagamento pelo empréstimo era feito diariamente por cada devedor e recolhido pelos suspeitos em motocicletas. Até o momento, foram identificadas cinco vítimas na cidade de Guamaré.

Com eles, foram apreendidos cerca de R$ 4 mil reais, possivelmente provenientes da arrecadação com os juros, uma motocicleta, aparelhos celulares e boletos de controle de cobrança. Os colombianos teriam alugado imóveis em Macau e Guamaré, onde praticavam os crimes. Ainda segundo as investigações, práticas semelhantes também estavam acontecendo em outros Estados, como Minas Gerais, Alagoas e Sergipe, por pessoas da mesma nacionalidade.

Os dois homens foram encaminhados à delegacia, onde foram autuados em flagrante. De acordo com o delegado Sandro Régis, titular da Delegacia Regional de Macau, foi arbitrada fiança no valor de 50 salários mínimos, para cada um deles. “A quantia foi fixada levando em consideração a possibilidade de fuga, o número de pessoas que estão sendo vítimas e o poder aquisitivo dos suspeitos, diante dos lucros excessivos que vinham obtendo”, explicou o delegado.

Até o momento, não houve pagamento de fiança e os dois suspeitos aguardam no sistema penitenciário a decisão da Justiça sobre a prisão em flagrante. As investigações continuarão para identificar os outros envolvidos. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468