Na Paraíba
Acusado de matar Anielle na Paraíba confessa que matou a menina, mas nega abuso
O acusado foi preso na tarde desta quarta-feira (08), e logo em seguida transferido para Central de Polícia

Publicado em 09/09/2021 14:59 - Atualizado em 09/09/2021 14:59

Foto/Reprodução

Do Click PB - O delegado da Polícia Civil, Rodolfo Santa Cruz, informou que o acusado de matar Anielle, confirmou durante o depoimento que matou a criança por esganadura, porém negou que praticou o estupro. José Alex da Silva ainda disse aos policiais, que após o crime, retornou para sua casa no bairro São José e devido a repercussão do caso resolveu fugir para a cidade de Ferreiros, em Pernambuco. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O acusado foi preso na tarde desta quarta-feira (08), e logo em seguida transferido para Central de Polícia Civil, em João Pessoa. 

O corpo da criança foi encontrado em uma mata ao lado do Pão de Açúcar, no bairro Miramar, na capital paraibana, nesta quarta-feira (8). 

O desaparecimento de Anielle

No fim de semana, a criança e a família passaram o dia na praia. À noite, a mãe decidiu dormir no quiosque de um conhecido. A ideia era acordar cedo, tomar o banho de mar e retornar para casa como relatou a mãe. 

No entanto, imagens de um circuito interno do quiosque gravaram o momento em que o homem chegou de bicicleta no quiosque na orla da capital e levou a criança. A mãe acredita que a criança tenha sido ameaçada pelo homem.

O corpo da menina foi encontrado em uma área de mato perto das margens do Rio Jaguaribe, no bairro de Miramar, em João Pessoa. Anielle Teixeira desapareceu, às 5h, do domingo (05), de um quiosque na orla marítima de João Pessoa.

  Na segunda-feira (06), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa da Capital, que investiga o caso, encontrou roupas sujas de sangue em uma casa. Mas ninguém foi encontrado no local.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468