Na Paraíba
Corpo do senador José Maranhão é sepultado no cemitério de Araruna com aplausos e honrarias; Veja o vídeo
Ele estava internado há 71 dias após ser acometido pela Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus

Publicado em 11/02/2021 10:51 - Atualizado em 11/02/2021 10:51

Foto/Reprodução

Do Araruna Online - Após velório e Missa de Corpo presente na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Araruna, terra natal de José Targino Maranhão, por volta das 11h30 desta quarta-feira (10 de fevereiro) foi realizado o sepultamento do senador e ex-governador do estado da paraíba, José Maranhão, que faleceu na noite da última segunda-feira (8), aos 87 anos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ele estava internado há 71 dias após ser acometido pela Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus. Maranhão estava no Hospital Vila Star, em São Paulo, onde lutou bravamente pela vida. Veja abaixo o vídeo!

Luto oficial


O prefeito de Araruna, Vital Costa, decretou luto oficial de três dias pela morte de José Maranhão, filho ilustre da terra.

Em nota, o prefeito prestou solidariedade à família do ex-governador, citado pelo chefe do Executivo Municipal como "um grande homem que está com o seu nome marcado na história do Estado".

O senador começou a receber homenagens já no aeroporto Castro Pinto, onde o corpo foi recebido na terça-feira (9) pelo governador do estado, João Azevêdo, pelo Arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson, e outras autoridades. 

A missa de corpo presente realizada na manhã desta quarta-feira, na Igreja Matriz de Araruna, foi conduzida pelo arcebispo de Guarabira, Dom Aldemiro Sena com a participação do padre Nilson Nunes. O caixão com o corpo do ex-governador foi levado em um caminhão do Corpo de Bombeiros e o cortejo fúnebre, com honras militares, percorreu várias ruas do município de Araruna até chegar ao cemitério municipal, São João Batista.

No cemitério, cadetes da PM levaram o caixão até o local do sepultamento.

Antes do enterro, os policiais fizeram uma salva fúnebre de três tiros. Depois do ato, os militares dobraram a Bandeira da paraíba e passaram ao Padre Nilson Nunes, escolhido pela PM para receber o símbolo estadual e a entregou à esposa do senador, a desembargadora Fátima Bezerra, e aos filhos do ex-governador.

Em seguida, foi iniciado o processo de colocação do caixão na sepultura, quando foi executado o toque de silêncio e a comoção contagiou as pessoas que se despediam do ex-governador.

Veja o vídeo:

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468