Litoral Sul
Trilhas de formigas podem aumentar risco de desabamento de falésia em Baía Formosa
A Prefeitura foi orientada no momento da vistoria, que deverá realizar o manejo desses formigueiros

Publicado em 29/09/2021 07:17 - Atualizado em 29/09/2021 07:17

Foto/Reprodução

Em atendimento à denúncia sobre a presença de fissuras em uma falésia no centro de Baía Formosa, próxima ao mirante, uma equipe formada por representantes do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, por meio da Fiscalização e Subcoordenadoria de Gerenciamento Costeiro (Sugerco); Defesa Civil Estadual e a Secretaria de Meio Ambiente de Baía Formosa, realizou uma vistoria de reconhecimento no local, no último sábado (25).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Após a visita, as equipes concluíram que, em relação à fissura alegada pelo denunciante, na verdade é uma trilha de forrageamento realizado pelas formigas, do tipo cortadeira, basicamente saúvas e quenquém, as quais formaram várias colônias isoladas, e duas dessas trilhas se destacam por suas grandes dimensões.

“São hábitos naturais formarem galerias subterrâneas a fim de estabelecerem suas colônias, podendo contribuir com o aumento de risco do desabamento da falésia por bioturbação da área. Desta forma, deverá ser realizada o manejo/controle da infestação desses artrópodes para que se mantenha a geomorfologia. É importante lembrar que, apesar de se tratar de uma área frágil, o episódio com as formigas aumenta o risco, e não que ele obrigatoriamente causará o desabamento”, disse a subcoordenadora da Sugerco, Rosa Pinheiro.   

A Prefeitura foi orientada no momento da vistoria, que deverá realizar o manejo desses formigueiros, onde receberá orientações detalhadas através de Notificação.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468