Saiba
Laudo do IML aponta causa do falecimento de homem trancado em carro da PRF no Nordeste
Genivaldo, de 38 anos, foi agredido e jogado dentro do camburão de viatura no Sergipe.

Publicado em 26/05/2022 20:35 - Atualizado em 26/05/2022 20:35

Foto/Reprodução

A morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, está repercutindo em todo o Brasil. Ele foi abordado por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Umbaúba, em Sergipe, na quarta-feira (25). De acordo com a PRF, Genivaldo teria reagido à abordagem.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A família do homem de 38 anos diz que ele sofria de esquizofrenia e se medicava havia 20 anos.

Genivaldo foi agredido e colocado dentro do camburão de um dos carros da PRF. Imagens gravadas por populares mostram uma fumaça branca saindo do camburão onde Genivaldo foi colocado.

O homem não resistiu e morreu.

Nesta quinta-feira, houve manifestações na cidade.

Familiares, amigos e população em geral estão revoltadas com o que aconteceu.

A Polícia Rodoviária Federal no Sergipe divulgou nota informando que os agentes usaram técnicas de imobilização instrumentos de menor potencial ofensivo.

Laudo do IML aponta causa da morte

O Instituto Médico Legal do Sergipe divulgou laudo indicando que Genivaldo morreu em decorrência de asfixia mecânica e insufiência respiratória aguda.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, outros exames foram realizados e devem trazer mais detalhes sobre a morte.

O corpo de Genivaldo foi liberado pelo IML e seria velado na casa da mãe, na pequena cidade de Mangabeira, no interior do estado. Genilvado deixou esposa e um filho. Todo a família está comovida e clama por Justiça.

Nas redes sociais, o assunto está em alta e o vídeo com as cenas da agressão e do camburão estão causando repulsa nos internautas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468