Brasil
É oficial: Carnaval 2021 em São Paulo e Salvador será de 8 a 11 de julho
No caso do Rio, além da questão de saúde, outro fator aflige a direção do festa carioca: a falta de apoio político e financeiro

Publicado em 11/11/2020 09:40 - Atualizado em 11/11/2020 09:40

Foto/Reprodução

São Paulo e Salvador já bateram o martelo e farão Carnaval unificado de 8 a 11 julho do ano que vem. Segundo o especialista em Carnaval Dam Menezes, as duas capitais agora esperam que o Rio de Janeiro também confirme a data.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

No entanto, em reunião nesta segunda-feira (9/11), a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) não entrou em consenso e prefere esperar a chegada da vacina contra a Covid-19.

Além da questão de saúde, outro fator aflige a direção do festa carioca: a falta de apoio político e financeiro.

“O material para confecção de fantasias vem da China. China não está exportando. O que tiver, vai estar muito mais caro e escasso. Então, as escolas teriam que reciclar material antigo. Um desfile de uma escola, por mais barato que seja, custa R$ 5 milhões. Digamos que tem R$ 1,5 milhão do governo e mais o valor da compra de direitos da Globo, o que daria ao todo pouco mais de dois milhões para cada escola. Não dá para fazer carnaval grandioso com isso. Outro problema é a venda de ingresso. Ninguém sabe se os expectadores, depois de uma crise financeira dessa, comprarão ingressos para assistir aos desfiles em julho e depois em fevereiro”, avaliou Dam.

Metrópoles


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468