Brasil
Morte em baile funk após traição: mãe diz que alertava filha sobre namorado agressivo
Milênia Boaventura, 21 anos, foi morta pelo namorado na Cidade de Deus, no Rio, após flagrar ele com outra mulher; o homem foi preso

Publicado em 17/06/2022 11:17

Foto/Reprodução

Uma jovem de 21 anos foi morta na Cidade de Deus, zona oeste do Rio, na última segunda-feira após descobrir traição do namorado. Luís Paulo da Silva Germano, de 23 anos, disparou contra Milênia Felinto Boaventura, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 

Ao G1, a mãe da jovem, Ozinete Rocha, afirmou que o casal discutia muito e que costumava alertar a filha sobre agressividade do namorado.

“Eles brigavam muito, demais. E eu falava para ela largar ele. Mas ela não me ouvia, sempre desobedecendo às ordens. Mas infelizmente ela não está mais entre a gente, mas a justiça vai ser feita”, disse.

O homem se entregou à 16ª DP (Barra da Tijuca).

Ele era foragido da justiça desde 2018 pelo crime de tráfico de drogas e se apresentou sob essa alegação. Em seguida, confessou ter atirado em sua namorada.

Para Leonardo Salgado, delegado responsável pelo caso, o jovem que tem ligação com facção criminosa que domina a Cidade de Deus se entregou por saber que o tráfico costuma fazer justiça com as próprias mãos nesses casos e temer ser executado.

 

Luís Paulo foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio.

Ainda segundo o G1, o crime aconteceu após uma discussão em um baile funk na comunidade.

O agressor confessou à polícia que a companheira o flagrou com uma outra mulher em sua casa.

O fato gerou a briga que culminou com ele atirando contra Milênia.

Do G1

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -


250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468