Covid-19
Vacina contra Covid-19 não deve ser oferecida para toda população em 2021, diz Ministério da Saúde
Coordenadora do Programa Nacional de Imunizações explicou que alguns grupos não estão participando dos testes.

Publicado em 28/11/2020 18:17 - Atualizado em 28/11/2020 18:17

O secretário-executivo adjunto do Ministério da Saúde, Elcio Franco, durante entrevista em maio de 2020 — Foto: Wallace Martins/Futura Press/Estadão Conteúdo

Ministério da Saúde informou na sexta-feira (27), que uma vacina contra a Covid-19 não deve contemplar toda a população brasileira em 2021.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) da pasta, Francieli Fontana, explicou que, como alguns grupos não estão participando dos testes das vacinas, não seria possível imunizar toda a população brasileira.

"Nós definimos objetivos [com grupos prioritários] para a vacinação, porque não temos uma vacina para vacinar toda a população brasileira. Além disso, os estudos não preveem estar trabalhando com todas as faixas etárias inicialmente, então não teríamos mesmo como vacinar toda a população brasileira", disse Francieli.

O secretário-executivo Elcio Franco citou também as limitações mundiais de produção. “Quando a gente fala em imunização, o mundo não entende que terá que ter vacina para todos.

A própria Covax Facility, iniciativa que junta uma série de laboratórios, ela almeja acesso a 2 bilhões de doses para a vacinar todo o mundo, e por aí verificamos que é uma meta bastante ambiciosa porque não se imagina que haverá vacina para vacinar todos os cidadãos do planeta Terra.”

Sobre o plano de vacinação no país, o secretário-executivo disse que a pasta está acompanhando o desenvolvimento das vacinas em estágio mais avançado. "Estamos conversando com os laboratórios e acompanhando os estudos. Dessa forma vamos desenhar a vacinação no país".

Do Bem Estar


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468