Interior do RN
Acusado que teria matado ex-namorada e desovado o corpo no mato no RN será julgado nesta quinta
Os destinos do réu serão decididos pelo Corpo de Jurados, formado por sete membros da sociedade Mossoroense

Publicado em 26/11/2020 18:22 - Atualizado em 26/11/2020 18:22

Luciana Sartori foi morta em 2017

Do Blog Fim da Linha - O Tribunal do Juri Popular (TJP) de Mossoró julga nesta quinta feira 26 de novembro de 2020, um caso de feminicídio ocorrido na cidade em 2017. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 Leonardo Pereira Lins Ferreira está sendo julgado pelo assassinato brutal de sua ex-namorada, Luciana Dantas dos Santos conhecida como "Luciana Sartori", crime ocorrido no dia 25 de dezembro de 2017 em Mossoró RN.

 

De acordo com a investigação da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a denuncia do Ministério Público do RN, a vítima foi morta a facadas no Bairro Santo Antônio e teve o corpo levado em sacos plásticos e desovado em uma matagal no Sítio Ema zona rural de Mossoró.

Os interesses do réu estão sendo defendidos pelo advogado , Rodrigo de Oliveira Carvalho (OAB/RN 11421A) A acusação representando o MPRN ficará a cargo da promotora de justiça, Érica Verícia Canuto de Oliveira Véras.

Os trabalhos do Juri Popular estão sendo presididos pelo juiz Vagnos Kelly Figueiredo Medeiros.

Os destinos do réu serão decididos pelo Corpo de Jurados, formado por sete membros da sociedade Mossoroense, que vai decidir de o condena ou o absorve.

A sessão de julgamento teve inicío às 09h00min e não tem hora para terminar, diante da repercussão que teve o caso, pela forma como a vítima foi assassinada.

O Dr. Vagnos Kelly informa, que o acesso ao plenário só será permitido para Imprensa, envolvidos no Juri e familiares da vítima e do acusado com mais de 18 anos de idade. A Medida visa a prevenção do avanço da Covid-19.


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468