Surreal
Delegada diz que mulher foi es faqueada após negar relações íntimas ao filho no Nordeste
Após a recusa, o jovem acabou desferindo dois golp€s de faca e depois a jogou em um poço

Publicado em 29/06/2022 20:24

Foto/Reprodução

A Delegada da Mulher de Esperantina, Rosa Chaib, afirmou na tarde desta terça-feira (28) em vídeo enviado ao MeioNorte.com, que a mulher, es faqueada e encontrada em um poço no último domingo (27), havia se recusado a manter relações s€xuais com seu próprio filho adotivo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

"A mulher foi encontrada dentro de um poço, vítima de duas facadas, na localidade Pedreiras, em Esperantina. Foram quase dois dias intensos de muita investigação", disse.

A Delegada ainda relatou a dinâmica do crime.

Segundo ela, a vítima informou que a situação ocorreu após o suspeito, um menor de 16 anos, que foi criado como seu filho, ter tentado manter relações s€xuais com ela. 

Após a recusa, o jovem acabou desferindo dois golpes de faca e depois a jogou em um poço. 

Moradores que escutaram os gritos de socorro retiraram a mulher do poço e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Após receber os primeiros atendimentos, a mulher foi conduzida ao hospital de Piripiri e logo em seguida foi transferida para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde se encontra consciente, mas em estado grave.

Relembre o caso

Uma mulher foi es,faqueada na madrugada de segunda-feira, 27 de junho, no bairro Pedreiras, na cidade de Esperantina.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima teria sido atingida com dois golpes de faca na região do pescoço e depois jogada dentro de um poço por um homem que ainda não foi identificado. 

Do Meio Norte


250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468