Saiba
CRO-RN interdita eticamente três consultórios odontológicos em Goianinha, Várzea e Santo Antônio
As interdições éticas foram por problemas de insalubridades nos consultórios

Publicado em 23/05/2022 10:17 - Atualizado em 23/05/2022 10:17

Foto/Divulgação

Do CRO/RN - A Equipe de Fiscalização do CRO-RN visitou sete municípios no período de 26 a 29 de abril, fiscalizando 24 unidades básicas de saúde e interditando eticamente três consultórios em Goianinha, Várzea e Santo Antônio.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

As interdições éticas foram por problemas de insalubridades nos consultórios, principalmente por infiltrações nas paredes e tetos e mofo.

  •       Goianinha   - visitadas 7 UBSs – 1Interdição Ética;
  •       Espirito Santo- visitadas 3 UBSs – sem Interdição Ética;
  •       Jundiá      - visitadas 1UBS – sem nenhuma interdição;
  •       Várzea – visitadas 3 UBSs – 1 Interdição Ética;
  •       Santo Antônio - visitadas 4 UBSs – 1 Interdição Ética;
  •       Passagem - visitada 1 UBS – sem Interdição Ética;
  •       Serrinha – visitadas 2 UBSs – sem Interdição Ética

GOIANINHA

A Equipe de Fiscalização do CRO-RN visitou sete UBS e interditou eticamente o consultório da UBS Lagoa do Poço, situada no bairro Lagoa do Poço. A presença e mofo na parede próxima ao ar condicionado levou a interdição. A cadeira odontológica apresentava ferrugem na base e uma das hastes estava quebrada.

VÁRZEA

Neste município foram fiscalizadas três UBS. A interdição ética aconteceu no consultório da unidade Maria do Carmo Rêgo, localizada no Centro.

Os problemas encontrados foram na cadeira odontológica, que não permitia o atendimento dos pacientes por apresentar revestimento deteriorado e presença de ferrugem. Além de ar condicionado com vazamento de água dentro do consultório.

A Fiscalização também identificou uma pessoa sem inscrição no Conselho exercendo a função de auxiliar.

SANTO ANTÔNIO

A interdição ética aconteceu no consultório da UBS Redenção, no bairro de mesmo nome, por questões de insalubridade do ambiente. Paredes com mofo, falta de lixeira e de suporte para a caixa de lixo perfuro cortante.

Outras três UBS foram visitadas no município sem maiores problemas.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

INTERDIÇÃO ÉTICA

Os consultórios interditados eticamente ficam sem uso até que as secretarias municipais de Saúde desses municípios providenciem a solução das irregularidades identificadas pela equipe de Fiscalização do CRO-RN.

Após 15 dias úteis das interdições éticas, no caso da gestão não solucionar os problemas relatados no Termo de Visita/Notificação, o CRO-RN comunica a situação ao Ministério Público.

No caso da resolução dos problemas antes mesmo do prazo de 15 dias, a gestão pode por e-mail (crorn@crorn.org.br) enviar fotos mostrando que as irregularidades foram sanadas e pede a desinterdição do consultório.

A Comissão de Fiscalização avalia as fotos enviadas e faz a desinterdição à distância e posteriormente pode voltar a UBS para fazer in loco a checagem das irregularidades sanadas.

O presidente da Comissão de Ética, conselheiro Ruy de Bessa Medeiros, explica que no caso das irregularidades não terem sido sanadas, a equipe de Fiscalização pode novamente interditar o consultório.


250 x 100
Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468