Interior do RN
Cidade do RN determina fechamento de estabelecimentos e espaços públicos após mortes seguidas por Covid-19
Prefeitura anunciou decreto com validade de 15 dias.

Publicado em 18/02/2021 11:54 - Atualizado em 18/02/2021 11:54

Município de João Câmara, no RN, registrou cinco mortes por Covid-19 em quatro dias — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Do G1 - O município de João Câmara, na região do Mato Grande, anunciou que vai publicar, nesta quinta-feira (18), um novo decreto endurecendo as medidas de combate a Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, o município registrou 5 mortes em quatro dias, passando de 20 para 25 óbitos confirmados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O decreto vai valer a partir desta sexta-feira (19), e tem validade de 15 dias.

De acordo com a secretaria municipal de saúde, nos últimos dias o número de atendimentos diários no Ponto de Apoio a Covid quadruplicou, subindo de uma média de 20 para cerca de 80 por dia. A unidade recebe pacientes com sintomas iniciais e realiza testes. O funcionamento era de 12 horas por dia e passará a ser 24h.

Por causa desse crescimento no número de óbitos e da procura por atendimento, a prefeitura decidiu publicar o decreto para limitar. “É um decreto com várias medidas diante da situação do aumento imenso de casos no município. A prefeitura, junto com o gabinete de crise foi obrigada a adotar essas medidas pra tentar diminuir a taxa de transmissibilidade”, explica o secretário de saúde, Bruno Augusto.

Entre as medidas estão o fechamento das escolas particulares que tinham retomados aulas presenciais; fechamento de bares; proibição de venda de bebidas alcoólicas para consumo nos estabelecimentos; cancelamento de eventos públicos e privados que possam provocar aglomerações. O município tem uma população estimada em 35.160 pessoas.

O texto do decreto também prevê que praças públicas fiquem interditadas e com as luzes apagadas. O secretário informou que haverá fiscais nesses pontos. Quadras esportivas, campos de futebol, arenas e academias também devem fechar durante 15 dias.

Uma das vitima da doença na cidade foi Valdenuzia Lucas Brito dos Santos, de 49 anos. Ela deu entrada na quarta-feira (10) no Hospital Regional de João Câmara, com insuficiência respiratória. Segundo o irmão dela, Valdemberg Lucas de Brito, ela só realizou o teste que confirmou a Covid-19, na terça-feira (15).


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468