Interior do RN
Considerado um dos maiores assantantes de banco do RN morre em confronto com a PM
O criminoso também era apontado como autor da morte do capitão do Exército Francisco

Publicado em 21/10/2020 18:06 - Atualizado em 21/10/2020 18:06

Foto: Reprodução/Fim da Linha

Do Blog Fim da Linha - João Alves Nunes, também conhecido como “João da Besta”, considerado um dos maiores assaltantes de banco do Rio Grande do Norte morreu durante confronto com policiais militares, ocorrido no final da manhã, inicio da tarde desta quarta feira  21 de outubro de 2020 na cidade de Umarizal, no Oeste potiguar.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com informações do major  Brilhante o confronto aconteceu no Sítio Murici, zona rural daquela município após João da Besta reagir a uma abordagem policial, atirando contra as guarnições que foram ao local averiguar uma denuncia. Houve revide e na troca de tiros, o criminoso acabou sendo baleado e socorrido pelos próprios policiais, para o hospital da cidade, porém ele não resistiu.

Com João da Besta, os policiais apreenderam um revólver, munições deflagradas e uma pequena porção de drogas.

O material foi apresentado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Umarizal, para os procedimentos cabíveis. O corpo deverá ser encaminhado por uma funerária para a unidade do ITEP em Mossoró, onde será examinado.

João da Besta chegou a ser preso em São Paulo, no ano de 2010 depois que seu grupo foi desmantelado pela polícia do Rio Grande do Norte e ter fugido  para a capital paulista.

O criminoso também era apontado como autor da morte do capitão do Exército Francisco de Assis da Fonseca Melo, de 58 anos, assassinado em julho de 2008, em Martins na região do Alto Oeste Potiguar.

capa


Contato
contato.novacruzoficial@bol.com.br

Direção Geral: 84 98718-8468